Mortos vivos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

De repente pessoas passadas
Em passados vivos
Que se tornaram mortos
Ressuscitam momentos
Essências humanas são revividas
Repassadas a limpo (ou a sujo?)
O passado e o futuro
Mais presentes do que sempre
Batem à porta
Gritam querendo sair

E eu, incólume,
Não os deixo entrar
Nem poderia
Porque já estão aqui.

Nada encontrado

Outras publicações

Rolar para cima