Eduardo Jesus

Eduardo Jesus

Eduardo Jesus é natural de Sitio do Quinto na Bahia, reside em Bauru desde janeiro de 2017, nascido em 19 de janeiro de 1999, é poeta desde 2014 e é graduando em psicologia desde 2018. Sua primeira poesia tem o título de (Nova Esperança). Não vive da escrita, mas já não se vê sem escrever, se encontrou na poesia quando tudo parecia estar perdido, e desde então nunca mais se perdeu.

Ama viajar, ler, escrever, estudar, conversar, estar com pessoas que lhe faz bem. Acredita na humanidade das pessoas. Acredita também que a literatura é uma construção não somente pessoal como coletiva, através dela pode não só obter conhecimento como também despertar o conhecimento nos outros, além de lutar por aquilo que acredita através da literatura. Reforça que é de extrema importância contribuir com a sociedade de alguma forma, e que todos aqueles que incentivam a prática da literatura são dignos de reconhecimento também. Tem duas obras publicadas e vários projetos em construção.

Suas obras: A seca do sertão em versos (Kindle / Amazon, 2020); Às vezes precisamos ser como os cactos: resilientes (Uiclap, 2021)

Todos os Posts de Eduardo Jesus

Rolar para cima